Campanha pede respeito às vagas especiais nos estacionamentos

Saber conviver com as diferenças e respeitar as vagas especiais nos estacionamentos públicos e privados, que não representam um privilégio, mas sim uma necessidade. Estas mensagens compõem as abordagens e adesivos entregues à população, a partir desta quinta-feira, 22, na Capital, principalmente envolvendo condutores, em campanha lançada pelo Ministério Público RS, com apoio da Prefeitura, por intermédio da EPTC e da Secretaria Municipal de Acessibilidade e Inclusão Social (Smacis), além da participação do setor privado, como o Shopping Total. As atividades integram a programação da 19ª Semana Estadual da Pessoa com Deficiência, que se estenderá até 28 de agosto.

 

Os materiais educativos, entre adesivos e folderes, lembram que as vagas especiais são destinadas às pessoas com deficiência, além dos idosos e gestantes com mobilidade reduzida e cidadãos com dificuldade de locomoção. Raul Cohen, secretário da Smacis, explica os objetivos da campanha: “É uma ação integrada entre o poder público e privado para conscientizar a população sobre a necessidade de respeitar os espaços daquelas pessoas com mobilidade reduzida, de forma permanente ou temporária, para uma convivência bem mais respeitosa e digna”.
 

 Vanderlei Cappellari, diretor-presidente da EPTC, afirma que o material educativo igualmente está sendo distribuído nos estacionamentos públicos da cidade: “Abordamos e orientamos os cidadãos, antes de tudo, sobre a importância do respeito às vagas especiais, uma questão de exercício da cidadania”. Nas ações desta manhã, no estacionamento do Shopping Total, estiveram presentes, também, o promotor de Justiça Miguel Granato Velasquez, e Luiz Augusto Generali, gerente de marketing do Shopping Total.

Equipe de Fauna da Smam resgata cobra verde

Imagem

Foto: Sérgio Louruz/Divulgação PMPA

Equipe de Fauna Silvestre da Smam resgata cobra encontrada em residência

Técnicos da equipe de Fauna Silvestre da Secretaria Municipal do Meio Ambiente (Smam) resgataram na tarde de terça-feira, 20, uma serpente da espéciePhilodryas olfersii, conhecida como cobra verde. O animal foi localizado pela moradora da casa na qual se encontrava, no bairro Partenon. A cobra refugiou-se no motor da geladeira. 

 

Esta espécie de serpente é semi-peçonhenta e suas presas estão localizadas no fundo da mandíbula, sendo, por isso, difícil a ocorrência de acidentes. É um animal que se alimenta de anfíbios, lagartos, aves e roedores. Possui porte médio e uma lista vertebral marrom. A cabeça é castanha com linha negra atrás de cada olho.

O animal foi solto no ambiente natural. 

Coletivos Verdes da Smam ganha Prêmio Expressão de Ecologia

O projeto Coletivos Verdes, criado pela Secretaria Municipal do Meio Ambiente (Smam), ganhou o Prêmio Expressão de Ecologia 2012 da Editora Expressão, na categoria Turismo e Qualidade de Vida. É a sétima vez que a Prefeitura de Porto Alegre, por meio da Smam, conquista a premiação, considerada a maior da área ambiental do país, com reconhecimento do Ministério do Meio Ambiente. 

 A coordenadora do Centro de Educação e Informação Ambiental (Ceia) da Smam e do projeto Coletivos Verdes, Jaqueline Lessa Maciel, receberá o prêmio na próxima sexta-feira, 16, em Florianópolis. O evento ocorre das 14h às 18h, na sede da Federação das Indústrias de Santa Catarina (FIESC).

 Lançado em março de 2012, o projeto Coletivos Verdes tem como objetivo reaproximar a comunidade das praças e parques da cidade, por meio do engajamento das escolas. “Temos atualmente 52 escolas participando do projeto, que visa ao bom uso das praças, a partir do compartilhamento de responsabilidades e da introdução de conceitos de educação ambiental e de cidadania no dia-a-dia das comunidades”, destacou Jaqueline.

 Sobre a premiação – O Prêmio Expressão de Ecologia foi criado em 1993 pela Editora Expressão, um ano após a Conferência Mundial do Meio Ambiente realizada no Rio de Janeiro, a Eco 92. A ideia era divulgar as ações ambientais das empresas, ONGs, prefeituras e entidades do Sul do Brasil e incentivar que outras regiões seguissem o mesmo caminho. Atualmente, é considerada a maior premiação ambiental do país no segmento empresarial, com reconhecimento do Ministério do Meio Ambiente. Em 20 anos de existência, quase 2 mil cases foram inscritos na premiação. Para saber mais, clique aqui.

Para saber como participar do projeto Coletivos Verdes, clique aqui.

Flores estão no caminho do Domingo no Campo

Imagem

 

Foto: Divulgação/PMPA

As flores embelezam o próximo roteiro do Domingo no Campo, que ocorrerá no dia 18.

Estão incluídas, também, na programação a produção agroecológica de hortaliças e visita a uma granja. O roteiro é uma boa oportunidade para conhecer as pequenas propriedades da rota turística Caminhos Rurais de Porto Alegre, na zona Sul da Capital.
 

O passeio começará às 10h, na avenida Osvaldo Aranha, próximo ao Centro de Informações Turísticas do Mercado Bom Fim (Parque Farroupilha). A primeira parada será no Sítio Chimango, no bairro Campo Novo. No local, são produzidos flores de corte e arranjos. Na sequência, o grupo visitará a Colônia Villanova. No local, são comercializados produtos integrais, orgânicos, cervejas artesanais, vinhos e cafés, entre outros.
 

O próximo destino será o Sítio do Tio Juca, carismático morador da Zona Sul que recepciona o público com entusiasmo. O sítio tem como destaque a produção de hortaliças e o conhecimento de seu dono sobre as propriedades nutricionais das verduras e legumes e o manejo agroecológico. No local, os visitantes poderão colher bergamotas no pé e adquirir geleias orgânicas de acerola, pêssego e uva, pastas de cenoura e pimenta e molho de tomate. É neste ambiente que será servido o almoço aos visitantes, por adesão.
 

À tarde será a vez de ir à Granja Lia, que possui 51 hectares e oferece, além da produção rural, açudes, pomares, pensionato para cavalos e galpão crioulo cercado de área verde com frondosa figueira centenária. . Ao final das visitas, o ônibus retorna ao mesmo local do embarque, às 17h. O roteiro poderá ser cancelado em caso de chuva ou por não ter um número mínimo de participantes.

Reservas – Para fazer o passeio é necessário reserva junto às agências de turismo receptivo que oferecem o produto, que confirmarão também a realização do roteiro:

 

Rota Cultural (51 3348-1649 e 9985-8303 / e-mail: alo@rotacultural.com.br

Bonete Tur (51 3019-0689 e 8454-5321)

Pampas Viagens & Turismo (51 3251-5192 e 9186-7250 / e mail:atendimento@pampasviagens.com.br

RMT Turismo (51 3062-1920 / e-mail: rmtturismo@rmtturismo.com.br

Feira modelo no bairro Floresta

IMG_0429

Começou a funcionar no dia 06 de agosto, mais uma feira modelo de Porto Alegre, localizada na praça Florida, na esquina das ruas São Carlos e Comendador Azevedo, bairro Floresta.

Participam 40 feirantes que oferecem frutas, verduras, frios, aves, queijos, pães e biscoitos. A feira é mais uma iniciativa da prefeitura para promover a revitalização do bairro e atende a reivindicações da comunidade.

Com essa, Porto Alegre terá 38 Feiras Modelo que vendem hortigranjeiros, carnes, derivados de leite, frios e embutido, entre outros produtos. O projeto é  coordenado pela prefeitura, por meio da Secretaria Municipal da Produção Indústria e Comércio (Smic), que controla o preço e a qualidade das mercadorias. Os técnicos monitoram os preços por meio de pesquisas semanais de mercado com cotação dos principais estabelecimentos do comércio varejista e do atacado (Ceasa/RS). Os produtores rurais, associações e comerciantes são aprovados em processo de seleção pública. As exigências variam conforme o ramo em função das características dos produtos vendidos.
As feiras são semanais e acontecem de quarta-feira a domingo em vários bairros de Porto Alegre. Outras informações pelo telefone (51) 3289-4719.


Confira os dias, locais e horários das Feiras Modelo:

Terça-feira

General João Telles – 7h às 12h
Rua Gen. João Telles, entre Osvaldo Aranha e Henrique Dias, bairro Bom Fim.
EPATUR – 15h30 às 20h30
Largo Zumbi dos Palmares – Cidade Baixa

Quarta-feira

Guido Mondim – 7h às 12h
Av. Guido Mondim esquina com a Presidente Roosevelt, bairro São Geraldo.
São Pedro – 15h30 às 20h30

Largo 1º de Junho, 362 (em frente à Zivi Hércules), bairro Santa Maria Goretti.
Camaquã – 15h30 às 20h30

Rua Prof. Dr. João Pita Pinheiro Filho, 49 (entre as ruas Pereira Neto e Mário Totta), Bairro Camaquã.

Terminal Alameda – 15h30 às 20h30
Rua Cel. José Rodrigues Sobral, 958 (esquina com a rua Luiz Moschetti), vila João Pessoa.

Teresópolis – 15h30 às 20h30
Rua José Carlos Ferreira, em frente ao nº 325 (esquina com a rua Arnaldo Bohrer), bairro Teresópolis.

Cristal – 15h30 às 20h30
Rua Jaguari, esquina com a avenida Campos Velho, bairro Cristal.

Jardim Leopoldina – 15h30 às 20h30
Rua Dr. Carlos Maria Bins, entre as ruas Baltazar de Oliveira Garcia e Carlos Estevão, no bairro Jardim Leopoldina.

Quinta-feira 

Parque dos Maias – 15h30 às 20h30
Av. Bernardino Silveira de Amorim, 3330 (esquina com a Rua dos Maias), bairro Rubem Berta.

Jardim Itú – 15h30 às 20h30
R. Professora Paula Soares, 1822 (esquina com rua. Gaspar Lemos),  bairro Jardim Itu Sabará.

Morro Santana – 15h30 às 20h30
Rua Amadeu Fagundes de Oliveira Freitas, 35 (esquina com a avenida Protásio Alves), Morro Santana.

Bom Jesus – 15h30 às 20h30
Rua São Felipe, 140 (esquina das ruas Dr. Murtinho e Bom Jesus), Bom Jesus.

Humaitá – 15h30 às 20h30
Rua Prof. João Souza Ribeiro, 707 (entre as ruas Engº Felício Lemieszek e Bonifácio Nunes), Humaitá.

Jardim Ypu – 15h30 às 20h30
Rua Germano Schermarckzec (entre as ruas Hugo Livi e Mãe Apolinária Matias Batista), Jardim Ypu.

Menino Deus – 15h30 às 20h30
Praça Israel – Rua Vicente Lopes Santos (esquina com a Rua Botafogo), bairro Menino Deus.

Sexta-feira

Barão do Triunfo – 7h00 às 12h
Rua Barão do Triunfo (esquina com a rua Vinte de Setembro), Azenha.

Srandi – 15h30 às 20h30
Praça Lampadosa – avenida 21 de Abril, 792, bairro Sarandi.

Jardim Leopoldina – 15h30 às 20h30
Praça México, rua Juscelino Kubitschek de Oliveira, 977, Jardim Leopoldina.

Costa e Silva – 15h30 às 20h30
Avenida  Silvestre Felix Rodrigues (entre o nº 1285 e após rua Ivan Gatti), Residencial Costa e Silva.

Jardim Botânico – 15h30 às 20h30
Rua Felizardo Furtado, ao lado da ESEF, Jardim Botânico.

Marinha do Brasil – 15h30 às 20h30
Av. Padre Cacique, 398 (esquina com a rua Miguel Couto), Praia de Belas.

Sábado

Jardim do Salso – 7h30 às 12h30
Rua Prof. Abílio Azambuja, 456 (esquina com a rua São Benedito), Jardim do Salso.

Vila Nova – 7h30 às 12h30
Rua Atílio Supertti, 20 – esquina Rodrigues da Fonseca

Passo da MAngueira – 7h30 às 12h30
Av. Engenheiro Francisco Rodolfo Simch, Passo da Mangueira.

Partenon PUC-RS – 7h30 às 12h30
Av. Ceres (esquina com a rua Frei Germano e em frente à praça Padre Nebrídio Bolcato), Partenon.

Juca Batista – 7h30 às 12h30
Av. Juca Batista, 1635 (em frente à Igreja Menino Jesus de Praga), Aberta dos Morros.

Fernando Machado – 7h30 às 12h30
Rua Cel. Fernando Machado, esquina rua  Gen. Bento Martins, Centro.

Vila Ipiranga – 7h30 às 12h30
Av. Dr. João Simplício Alves de Carvalho, Vila Ipiranga.

Bom Fim – 15h30 às 20h30
Rua Irmão José Otão, 438 (entre R. João Telles e R. Santo Antônio), Bom Fim.

Restinga – 15h30 às 20h30
Estrada João Antônio da Silveira, 2355 – Esplanada da Restinga

Pedro Souza – 15h30 às 20h30
Rua Pedro Souza, esquina R. Malet, Bairro São José.

Jardim das Palmeiras – 15h30 às 20h30
Rua Adroaldo Novo Correa, entre a Paulo Pontes e Joana Rodrigues Ribeiro -Cavalhada .

Domingo

Ceará – 7h30 às 12h30
Av. Ceará, esquina com a rua João Inácio, São João.

Santa Rosa – 7h30 às 12h30
Av. Bernardino de Oliveira Paim, 82, junto à praça Vilmar Bertelli, Rubem Berta.

VIla Jardim – 7h30 às 12h30
Rua Gen. Salvador Pinheiro, 427, esquina com a rua Barão de Bagé, Vila Jardim.

Grande Cruzeiro – 7h30 às 12h30
Av. Francisco Massena Vieira, 72 (próximo a rua Prof. Manoel Lobato), Santa Tereza.

Nonoai – 7h30 às 12h30
Av. São Sebastião, 317, junto à praça Maurício Zazocliver, Nonoai.

Fonte: Gabinete de Comunicação Social – Prefeitura de Porto Alegre

Fotos: ilustrativas de Patrícia Vieira – http://medicinadavida.com.br/wordpress/?cat=15&paged=2

Porto Alegre recebe mais cinco estações de bicicletas públicas

Objetivo da prefeitura é ter 40 estações e 400 bicicletas até setembro

 Imagem

A partir de sexta-feira, 2, mais cinco estações do BikePoa, sistema de bicicletas públicas de aluguel, estarão em funcionamento na Capital. Os novos pontos localizam-se na rua Botafogo (esquina com Rafael Saadi), rua República (esquina com Comendador Batista), Parque Harmonia (na rua Otávio Francisco Caruso da Rocha, 300), rua Santana (esquina com Venâncio Aires) e Praça da Matriz (em frente ao Teatro São Pedro). Com isso, o sistema de bicicleta públicas, que contará com o apoio do Itaú Unibanco, terá 28 estações e 280 bikes disponíveis. O objetivo da prefeitura é ter 40 estações e 400 bicicletas até setembro desse ano. Desde a inauguração, já foram realizadas mais de 165 mil viagens.

 

Os usuários podem se cadastrar no site do BikePoa, em aplicativos para smartphone (IPhone e Android) ou por celular convencional, via portal de voz, ligando para o fone (51) 4063-7711. O valor do passe mensal é R$ 10 e o diário R$ 5, podendo utilizar o sistema durante todo o dia, das 6h às 22h, nas duas modalidades. As viagens devem ser realizadas em até uma hora. Após esse tempo, há um intervalo de 15 minutos para possibilitar outras viagens, com a mesma ou outra bicicleta. O objetivo é dar rotatividade e manter as estações com bicicletas para todos os usuários.

 

Funcionamento - Para utilizar o sistema de bicicletas públicas de aluguel, o usuário deve informar o número do cartão de crédito. Há três maneiras de habilitar o passe do BikePoa: via celular convencional por portal de voz (fone 51 4063-7711), celular do tipo smartphone (via aplicativos do IpPhone e Android) ou pelo site www.movesamba.com/bikepoa.

 

Retirada das bicicletas – O usuário poderá retirar as bicicletas das estações de duas maneiras: via celular convencional (portal de voz) ou por smartphones (via aplicativo sistema IPhone e Android).

 

Locais das Estações do BikePoa

 

Mercado Público/ Praça da Alfândega/ Casa de Cultura/ Usina do Gasômetro/ Câmara Municipal/ Escola Técnica Parobé/ Casa do Estudante (av. André da Rocha)/ Largo Zumbi dos Palmares/ Redenção-UFRGS/ Região dos Tribunais (av. Aureliano Figueiredo Pinto)/ Shopping Praia de Belas/ Menino Deus (rua José de Alencar)/ Barra Shopping/ Ginásio Tesourinha/ Planetário (av. Ipiranga)/ Terminal Azenha/ Hospital de Clínicas/ Joaquim Nabuco com José do Patrocínio/ Redenção (nas imediações do posto policial)/, Diário de Notícias com Wenceslau Escobar/ Museu Iberê Camargo/ Rua José de Alencar (próximo a Gonçalves Dias)/ Ipiranga com João Guimarães/ rua Botafogo (esquina com Rafael Saadi)/ rua República (esquina com Comendador Batista)/ Parque Harmonia (rua Otávio Francisco Caruso da Rocha, 300)/ rua Santana (esquina com Venâncio Aires)/ Praça da Matriz (em frente ao Teatro São Pedro)

Domingo no Campo é opção de lazer na cidade

Imagem

Foto: Divulgação/PMPA

A próxima edição do Domingo no Campo acontecerá no dia 28. O roteiro é uma boa oportunidade de conhecer as pequenas propriedades da rota turística Caminhos Rurais de Porto Alegre, na zona Sul da Capital. O passeio começará às 10h, na avenida Osvaldo Aranha, próximo ao Centro de Informações Turísticas do Mercado Bom Fim (Parque Farroupilha). A primeira visita acontecerá no Sítio Tudo de Bom. A propriedade de nove hectares oferece recantos naturais para meditação e áreas de descanso, piscina, campo de futebol, horta orgânica e criação de animais.
 

O roteiro seguirá rumo à Granja Lia, que possui 51 hectares e oferece, além da produção rural, açudes, pomares, pensionato para cavalos e galpão crioulo cercado de área verde com frondosa figueira centenária. É neste ambiente que será servido o almoço aos visitantes, por adesão. 
 

Trilhas – À tarde, o grupo visitará para a terceira e última propriedade a ser visitada, a Reserva Particular do Patrimônio Natural de Porto Alegre (RPPN) Costa do Cerro, área de relevância ambiental certificada pelo Ibama, de beleza cênica ímpar em pleno Morro São Pedro. Os visitantes poderão realizar caminhadas por trilhas com até 45 minutos de duração (ida e volta ) e conhecer a hospedaria de cavalos crioulos treinados para prova de rédeas. Curiosos ou apaixonados por esportes equestres poderão cavalgar pela propriedade, que oferece aluguel de cavalos. Na sequência, o grupo visitará a Colônia Villanova. No local, são comercializados produtos integrais, orgânicos, cervejas artesanais, vinhos e cafés, entre outros. Ao final das visitas, o ônibus retorna ao mesmo local do embarque, às 17h. O roteiro poderá ser cancelado em caso de chuva ou por não ter um número mínimo de participantes.

 

Reservas - Para fazer o passeio é necessário reserva junto às agências de turismo receptivo que oferecem o produto, que confirmarão também a realização do roteiro:

Rota Cultural (51 3348-1649 e 9985-8303 / e-mail: alo@rotacultural.com.br

Bonete Tur (51 3019-0689 e 8454-5321)

Pampas Viagens & Turismo (51 3251-5192 e 9186-7250 / e mail: atendimento@pampasviagens.com.br

RMT Turismo (51 3062-1920 / e-mail: rmtturismo@rmtturismo.com.br)